Edite o seu inverno

O inverno já está aí! Começou oficialmente no final de semana mas já tem um tempinho que sentimos ele nos rondar...

Por isso, chegou a hora de vestir aquelas peças bacanas que estavam paradas no guarda-roupa. Muitas mulheres logo pensam: "Não tenho nada para usar!". Mas na verdade, têm sim. Sempre tem.

O que acontece é que nos acostumamos com as roupas da última temporada e isso nos dá um certo "branco" na hora de se vestir de maneira tão diferente do habitual.

Como andam as suas jaquetas, os seus casacos de lã ou tricot?Lenços e cachecóis? Meias-calças? Botas?

Ao invés de sair às compras procurando novos itens que te aqueçam, que tal fazer algumas sobreposições? Juntar várias peças que você já tem e criar um look novo?

Pois é, esse é um dos trabalhos prestados pelo Personal Stylist. A cliente pode optar por editar o que já tem em seu guarda-roupa. E as compras, se necessárias, ficam apenas para completar ou atualizar seu estilo com aquelas peças essenciais que você ainda não tem... Prático e rápido. Em menos de 24 horas, você multiplica e "ganha" roupas com um ar totalmente novo! Bacana, né?

Se ficou interessada, solicite nossa proposta.

O glamour dos bailes, orquestras e carruagens

Essa foto não parece um quadro antigo? Pois bem, trata-se de um editorial de moda clicado pelo fotógrafo Michael Roberts para a edição de maio/2009 da revista Vanity Fair.

A atriz Emily Blunt, que ficou conhecida como - a primeira e intrazigente - assistente de Miranda Priestly em “O Diabo Veste Prada”, é a musa das fotos.

Entitulado de “There Will Be Beauty" (Haverá Beleza), ela representa uma mulher da era vitoriana, época em que a moda era rica em detalhes, de peças feita a mão e do extremo requinte. O ensaio fotográfico vem em referência ao mais recente filme co-produzido por Martin Scorsese “The Young Victoria”.

No obra, ela interpreta a rainha Victoria entre 1836 a 1840 no decorrer de sua adolescência, sua vida romântica até a chegada ao trono. O longa foi lançado em março mas ainda não tem data definida para estrear no Brasil.

Tanto o filme quanto a editorial rendem grandes inspirações para a moda festa e decoração contemporânea. Eu amei! ♡ ⎃ ♡


Givenchy by Riccardo Tisci
Dior Haute Couture, assim como o vestido azul da abertura da matéria


Vamos para a prática? Para a realidade?
Não que esses vestidos das fotos não sejam do sonho de qualquer mortal, mas vamos prosseguir com algumas referências um pouco mais reais e acessíveis...

Fiz uma seleção de fotos fresquinhas dos melhores looks (com close) apresentados no desfile de hoje do Samuel Cirnansck na SPFW edição verão 2010. O estilista paulistano é conhecido por sua linha feminina e romântica com técnicas de moulage e acabamentos artesanais. Isso faz de suas peças um item único. Inspire-se e monte um vestido que defina o melhor do seu estilo! Eu já estou suspirando...


Veja outras criações do estilista Samuel Cirnansck no editorial "Red Russian" publicado na edição de março/2009 da revista Elle Brasil, com a modelo Carol Trentini, edição de Susana Barbosa e fotos de Gui Paganini.
A imagem de detalhe das costas foi feita durante o desfile da coleção inverno 2009 do mesmo vestido que foi publicado na revista Elle.

♡ Disney Couture Jewelry

Se você é fã, colecionadora, ou mesmo depois de grande ainda curte itens dos personagens Disney, esses acessórios são simplesmente irresistíveis!

Imagine suas princessas preferidas em jóias de estilo e bom gosto. Essa é a proposta da linha Kidada da Disney Couture Jewelry, inspirada nos contos de fadas. A idéia é manter o gosto pelos cartoons mesmo depois de adulto, os chamados "crianças de coração" pela empresa.

A marca foi lançada em 1997 e até hoje mantém-se firme no mercado sendo incluída em produções de moda por várias revistas internacionais. A coleção é composta por vários tipos de acessórios jovens, banhados a ouro, como colares, brincos e braceletes. A linha que ganhou mais popularidade e caiu nas graças do público foi a criada pela estilista teenager Kidada Jones, por seu forte relacionamento com celebridades americanas.

A foto do pingente acima faz alusão à maçã envenenada da Branca de Neve, é banhada em ouro de 14k e sai por $41,00 na Karmaloop. E na imagem abaixo, o colar com o pendente do castelo mágico da Cinderella. Os preços da coleção são diversos e variam de US$34 a 200,00. Tem acessórios com a Sininho (os mais vendidos), Cinderella, Bela Adormecida, A Bela e a Fera, Alice no País das Maravilhas, Bambi, Mickey, Minnie entre outros.

Já me imagino com a maçãzinha vermelha. E você?

Acima, A estilista Kidada Jones usando o colar com o castelo da Cinderella. Abaixo, imagens de produções em revistas

A senhora do romance contemporâneo

Considerada a mais feminina de sua geração, Giselle Nasser consagra-se neste momento que o comportamento mundial tende ao romantismo adulto.

Há três anos abriu sua primeira loja. Seu aprendizado e estilo criativo cresceu em um atelier de alta costura acompanhando o trabalho da avó no Paraná.

Fruto dessa sintonia, a estilista foi escolhida para comandar a criação da Cori. O verão 2009/10 da marca traz adequação ao seu público, com roupas bem-feitas e comerciais.

O resultado do desfile parece estar de acordo com a posição que a grife ocupa no mercado, que é a de oferecer opções para uma mulher sofisticada e atemporal, principalmente quando o assunto é moda para o ambiente de trabalho.

Gisele já assinou uma coleção para a Acquastudio e dirigia a sua marca homônima, mas anunciou que vai fechar a grife para se focar no novo projeto.

Os lenços sobem à cabeça

Depois do sucesso dos lenços no pescoço, parece que a aposta para o verão 2010 vem do uso mais casual e descontraído.

No desfile da Colcci, apresentado ontem a noite na SPFW, a estilista Jessica Lengyel trouxe referências dos indíos americanos, o cowboy e também os hippies para sua coleção. Inspirada na praia e na Califórnia dos anos 1990, trouxe cores como rosa, branco, tons terra e ouro, jeans destruídos, tecidos xadrezes delavados e lisos manchados que foram usados para compor com muitas batinhas godês e vestidos amplos e curtos.

Mas foi o styling do lenço longo amarrado na cabeça que me chamou mais a atenção entre todos os acessórios da coleção. Isso porque como ele caiu nas graças das consumidoras no verão passado ele facilmente cairá de novo, em uma nova versão. Achei super sexy e ao mesmo tempo despretencioso.

Na verdade, ele não é novidade e já é visto nas ruas a tempos, mas a cada releitura do seu uso, ele pode ganhar mais ou menos força junto às jovens. Repare que a textura do tecido (seda, cetim ou algodão) + a estampa fazem toda a diferença no resultado final.

E aí, vai aderir?
As modelos Renata Kuerten, Vanessa Cruz e Rhaisa Batista na fila para a entrada minutos antes do desfile.
O xadrez exlusivo da coleção verão 2010

♥ Moda festa minimalista

A capa da revista Estilo desse mês de junho de 2009 traz a atriz Juliana Paes usando uma belíssimo vestido de lamê, do estilista Reinaldo Lourenço. Usei essa foto de Gui Paganini para ilustrar o que considero minimalista sem perder o ar chic, necessário a qualquer festa. Eu amei! ♡ ⎃ ♡

Se você é madrinha ou convidada do convidado, a ocasião pede glamour. Casamento por si só é sinônimo de celebração, para tanto pede tecidos mais sofisticados, daqueles que não usamos no dia a dia. Realmente é difícil escolher, as opções são inúmeras e o que conta é o humor do dia. A qualquer momento tudo pode mudar...

Por isso digo sempre às minhas clientes que é melhor ter um bom vestido com corte e caimento - sem bordados, atemporal e clássico que pode ser editado a cada ocasião (com broches, joias, sapatos e carteiras) - do que ter vários modelitos que foram usados uma única vez. Por isso, aposte na tendência minimalista, onde o menos é mais.

Dicas para um vestido curinga
Escolha a cor que te mais valoriza e a modelagem (que é sempre a mais difícil de se descobrir) e tenha sempre "uma carta na mão", aquele vestido que retrata o melhor do seu estilo, tanto na versão longo quanto longuete.

Os comprimentos curtos ou longuetes se adequam melhor à ocasião quando confeccionados em materiais nobres: seda, cetim, xantungue ou tafetá por exemplo. Mas para garantir a elegância em uma roupa justa, prefira tecidos encorpados (que disfarçam as gordurinhas localizadas e as marcas do underwear) e os tons escuros.

Quer quebrar o clássico?
Então não use as mesmas cores nos acessórios do vestido ou descombine a bolsa com o sapato. Outra opção é investir na sobreposição do seu vestido "velho de guerra" com uma blusa fina e transparente (pode ser de renda ou qualquer outra textura sutil e delicada). O resultado será um look completamente novo! Viu, como o básico e clássico compensa?


Foto: Revista Manequim edição 598 de junho/2009

Assim você sempre estará pronta para uma festa de última hora gastando apenas nas adequações do seu modelito preferido. Arrase na festa e... Tim, tim!

Agenda de ateliês - moda festa em Brasília
Para noivas e madrinhas

⤷ Maria Virgínia
A estilista é famosa pela moda clássica, cuidadosa com os detalhes - várias de suas criações trazem bordados com brilhos ou pedraria aplicados em rendas, tules e cetins. Também desenha estampas nos tecidos a mão livre.
SHIS QI 13, bloco F loja 45
Lago Sul - Brasília - DF
(61) 3248-1833

⤷ Paulo Araújo
Conhecido pelo trabalho com noivas - ele ganhou três prêmios Agulha de Ouro –, gosta de trabalhar na roupa a história da família da cliente, reaproveitando rendas e tecidos de peças antigas.
SHIS QL 12, conjunto 4 casa 6
Lago Sul - Brasília - DF
(61) 3248-5926

⤷ Idea Sposa
Marca consagrada de Belo Horizonte que trabalha com grifes nacionais e importadas (Valentino, Elie Saab, Vera Wang, Manuel Mota, Susana Hermane, St. Patrick)
SHIS QL 06 conj. 11 casa 19
Lago Sul - Brasília - DF
(61) 3364-4201 3364-4202 8402-2900
Atendimento com hora marcada

Outwear: a vez da lingerie

Foi-se o tempo em que underwear era apenas roupa de baixo. Segundo Ângela Coelho da Fonseca, coordenadora de estilo da marca Jogê, a tendência é resultado do caminho cada vez mais democrático que a moda tem trilhado, aliando conforto e estilo.

Desde 2008 já se falava em deixar lingeries à mostra, a chamada moda “outwear”, mas foi só a atriz Carolina Dieckmann ser registrada por um paparazzo mostrando de maneira displicente suas alças fluorescentes do sutiã como composição de seu look, que todas as atenções se voltaram para ele. Virou um alvoroço na mídia. Saiu em vários blogs, sites e capas de revistas.

Ela até postou em seu blog pessoal informações sobre o fato. Inclusive, a foto a cima é fruto da curiosidade do público, daí ela resolveu tirar uma foto by Fernando Torquatto para divulgá-lo abertamente.

A atriz comprou sua coleção de peças em tons luminosos em uma viagem a Nova York. Desfilou pelas ruas do Rio com as versões verde, pink e azul. Sempre com as alças em evidência.

As peças usadas por Carolina são da estilista norte-americana Deborah Marquit. Ao preço de 165 dólares, podem ser compradas pela internet, no site da própria designer, e são entregues em qualquer lugar do mundo.

Algumas marcas brasileiras de underwear, como Thais Gusmão e Objet du Désir, já apresentam peças com este estilo.

Vale ressaltar que o uso das alças expostas (vibrantes ou não) deve combinar com o estilo da pessoa e se tornar algo completamente natural. Deve ser um item incorporado ao look. Do contrário, fica falso e até brega. Textura, estampa e acabamento são fatores determinantes para que a sua produção resulte em look bacana e original.

Moda de novela
Na novela da Globo “Caminho das Índias”, duas personagens já foram vistas mostrando a roupa de baixo. Depois de Norminha, interpretada por Dira Paes, foi a vez de Ciça, personagem de Aninha Lima, aderir à moda.

Esse modismo é ainda mais arriscado do que o fluorescente, pois pode parecer vulgar se não for bem aplicado ao look.

E lembre-se! Em nenhum dos casos a peça íntima exposta é bem-vinda no ambiente de trabalho. Ela deve ser usada apenas em ocasiões casuais.

Camisa branca: do executivo ao casual

Se tem uma peça que é essencial no guarda-roupa, daquelas top 10, elejo a camisa branca - tanto em sua versão manga comprida como t-shirt (camiseta de manga curta). Ela é o curinga de estilo de qualquer mulher bem vestida. É facilmente uma peça que compõe o famoso "Menos é mais". Da saia executiva ao bom e velho jeans, ela combina com tudo, acredite! Desde sempre...

Pode-se conferir fotos de celebridades desde Audrey Hepburn à Katie Holmes, em diversos modelitos. Em nenhum deles o conforto ou o estilo foi prejudicado. Muito pelo contrário...


Foto de Audrey Hepburn : a atriz que popularizou o uso da peça



Foto da atriz Katie Holmes em 2009


A estilista venezuelana Carolina Herrera tornou a camisa branca sua marca registrada. É comum vê-la em entrevistas e fotos usando uma delas no melhor estilo clássico.


A revista Vogue (americana) criou em 2007 uma capa onde as 10 melhores modelos do mundo a vestiam nas mais variadas modelagens...


Já considerou a possibilidade de vestir uma saia longa de festa com uma belíssima camisa branca? Fica aqui uma sugestão...


Saiba ainda, que existe uma marca australiana chamada "White Shirt Shop", que só vende camisas brancas - de inúmeros modelos. Além dela, a estilista carioca Anne Fontaine ganhou mercado, abriu sua primeira boutique em Paris em 1990 e fez fortuna em mais de 70 lojas espalhadas pelo mundo, sem nunca ter estudado moda, e se especializando em um item. Hoje é conhecida como a "rainha das camisas"...

Moda por brasilieiros

Algumas novidades em assunto de moda. Em março de 2009 o canal Sbt levou ao ar um reality show sob os moldes do programa Esquadrão da Moda da BBC, em uma versão totalmente brasileira. O canal apostou na apresentação da modelo e consultora de imagem Isabela Fiorentino e no consultor Ailindo Grund.

O programa original é o britânico "What not to wear". Mas certamente a versão americana foi a que mais conquistou o público.

Aproveito a oportunidade para deixar claro que o que é visto nesses programas não pode ser entendido como um verdadeiro atendimento de Personal Stylist. Isso porque durante a consulta não existe a chacota e nem as lixeiras para descartar as roupas do guarda-roupa. Esses artifícios funcionam apenas como atrativos para a audiência.

De fato, existe um "limpeza" de peças do armário. Mas nada dramático, tudo decidido em conjunto. Durante os meus atendimentos a conversa e a ponderação são essenciais durante o processo de transformação. Nada de radicalismos...

Recentemente, em maio, o canal GNT (da Globosat) estreou "Tamanho Único", um programa com dicas de moda apresentadas pela experiente stylist Giara Gadaleta. Apesar de contar com um bate-papo entre profissioanis e pessoas comuns - que testam suas habilidades fashions-, considerei a abordagem bastante superficial.

Já em 2008, a apresentadora e empresária Ana Hickmann lançou o livro "Com que roupa eu vou". De abordagem simplista imagino-o apenas com uma iniciação ao universo da moda e seu uso no dia-a-dia.

Apesar do grande público a ver como uma pessoa bem vestida, na verdade para os profissionais de moda ela simplesmente tem um visual satisfatório. Nada que lhe renda o título de referências em estilo pessoal...

Enfim, só recomendo mesmo o tradicional Gnt Fashion: esse sim é um programa com linguagem didática que agrada tanto a profissionais quanto leigos da área. Imperdível: Quartas às 22h, no Gnt (canal 41 da Net).

Saindo da tv para a vida real, a Campanha Consultoria também oferece o serviço de Personal Stylist em Brasília. Mande-nos um e-mail (atendimento@campanhaconsultoria.com) solicitando uma proposta. Simples assim!

Dia dos Namorados 2009

Para começar bem a semana do Dia dos Namorados, publico algumas imagens de inspiração da modelo brasileira Alessandra Ambrósio. Puro clima de romance e sedução...

A top, conhecida no exterior pelos trabalhos junto a badalada grife de lingeries Victoria Secret´s, fez recentemente umas fotos na orla do Rio de Janeiro que renderam um maravilhoso editorial de moda, clicado pelo fotógrado grego Jannis Tsipoulanis.

O editorial abaixo pode ser visto na revista Numéro do mês de junho.

Vintage x Antigo x Retrô

Realmente causa confusão. Vários termos para várias situações...
‘Vint + age’ é uma expressão inglesa utilizada pelos produtores de vinho e significa ‘a idade do vinho’. Como o termo se tornou popular, várias áreas se apropriaram para definir seus produtos.

Em moda, o estilo vintage transforma em referência o melhor de todas as décadas. Assim podemos dizer que tudo o que relembre os anos 20, 30, 40, 50, 60 e 70 pode ser denominado dessa forma. Alguns profissionais/ estilistas atribuem o retorno da moda 80´s um certo teor "vintage", mas, por ser relativamente recente, o termo não é corretamente atribuído a esta década.

Mas como distinguir o que é vintage do que é antigo?
O que vale na distinção é o valor de moda, a história e o estilo que a peça carrega. Todos juntos. Do contrário, ela será apenas antiga. Isso na prática quer dizer que tudo que é vintage é mais caro do que é simplesmente um artigo antigo. O lugar correto de se achar roupas vintage é no baú da sua mãe, avó ou em brechós especializados.

Para completar o racioncínio, retiro um trecho de uma definição de Cajon DeSastre do site Oficina de Estilo: “Para uma peça ser vintage os requisitos são os seguintes: ter pelo menos 20 anos de antiguidade, ser testemunha de um estilo próprio ou de um estilsta, não haver sofrido nenhuma transformação, representar um instante de moda e estar em perfeito estado.”

Em resumo: Podemos dizer que peça vintage é diferente de estilo vintage. A peça precisa ser original de época, o estilo é uma combinação que parece ser de época. Estilo vintage = Estilo retrô. Antigo, simplesmente quer dizer velho, mas conservado...

Para compor um look vintage/ retrô, sem se fantasiar ou parecer um personagem de filme, é preciso misturar peças de época com outras atuais. Assim você conseguirá um resultado que tenha a sua cara, e em versão contemporânea.

Uma atriz - que serve de bom exemplo - e facilmente é vista em estilo retrô é a jovem Mischa Barton. Seu estilo, de tão popular e reconhecido, lhe rendeu uma marca de bolsas.

Brilho real!

Katie Holmes no palco do 13º Annual
Critic's Choice Awards
A recente tendência em vestidos de festa, tanto para os longos quanto para os curtos, é o uso de tecido com tramas metalizadas ou aspecto brilhoso. A textura pode vir dos fios ou das aplicações de pedraria. A moda do "sparkling dress" pegou forte junto às celebridades hollywodianas e vai te pegar também. Longe dos pretinhos básicos, o bacana agora é investir em um traje "com um quê" de princesa de conto de fadas...

Em um tecido diferenciado e pouquíssimos acessórios, a idéia é fazer com que a roupa torne o seu visual completo, sem a necessidade de grandes produções. Para mim, acho até que na versão longuete - cocktail dress - ele cria mais impacto, pois compensa o comprimento com um lindo acabamento.

Um ótimo exemplo foi o vestido usado recentemente pela atriz Katie Holmes (Eu amei! ♡ ⎃ ♡) em uma premiação no início de 2009. A simplicidade do modelo + a escolha do tecido na cor champagne foram fatores determinantes para um look elegante e contemporâneo.
Imagem de detalhe do tecido.
Modelo do estilista Lanvin, Coleção primavera 2008
Já quem curte um visual vintage pode se inspirar no vestido verde de Kate Moss, usado em 2007 no evento Swarovisk Fashion Rocks, com aplicação de 60 mil cristais bordados a mão.


Versão vestido longo...
Related Posts with Thumbnails